16 de ago de 2011

CARTA ABERTA DE ELIANE SINHASIQUE (jornalista e publicitária) PARA RENATO ARAGÃO (o Didi da REDE GLOBO DE TELEVISÃO) . . . . . !!! Nota DEZ para essa


Querido Didi,
Há alguns meses você vem me escrevendo pedindo uma doação mensal para enfrentar alguns problemas que comprometem o presente e o futuro de muitas crianças brasileiras. Eu não respondi aos seus apelos (apesar de ter gostado do lápis e das etiquetas com meu nome para colar nas correspondências) ..........
Achei que as cartas não deveriam ser endereçadas a mim. Agora, novamente, você me escreve preocupado por eu não ter atendido às suas solicitações.
Diante de sua insistência, me senti na obrigação de parar tudo e escrever uma resposta.
Não foi por " algum motivo " que não fiz a doação em dinheiro solicitada por você. São vários os motivos que me levam a não participar de sua campanha altruísta (se eu quisesse poderia escrever umas dez páginas sobre esses motivos).
Você diz, em sua última carta, que enquanto eu a estivesse lendo, uma criança estaria perdendo a chance de se desenvolver e aprender pela falta de investimentos em sua formação !
Didi, não tente me fazer sentir culpada. Essa jogada publicitária eu conheço muito bem. Êsse tipo de texto apelativo pode funcionar com muitas pessoas mas, comigo não.
Eu não sou ministra da educação. Não ordeno e nem priorizo as despesas das escolas e nem posso obrigar o filho do vizinho a freqüentar as salas de aula.
A minha parte eu já venho fazendo desde os 11 anos de idade, quando comecei a trabalhar na roça para ajudar meus pais no sustento da família.
Trabalhei muito e, te garanto, TRABALHO NÃO MATA NINGUEM ! Muito pelo contrário, faz bem !
Estudei na escola da zona rural, fiz Supletivo, estudei à distância e muito antes de ser jornalista e publicitária eu já era uma micro- empresária.
Didi, talvez você não tenha noção do quanto o GOVERNO FEDERAL tira do nosso suor para manter a saúde, a educação, a segurança e tudo o mais que o povo brasileiro precisa. Os impostos são muito altos ! Sem falar dos Impostos embutidos em cada alimento e em cada produto ou serviço que preciso comprar para o sustento e sobrevivência da minha família. Eu pago pela educação duas vezes : pago pela educação na escola pública, através dos impostos, e na escola particular, mensalmente, PORQUE SOMENTE A ESCOLA PÚBLICA NÃO ATENDE COM ENSINO DE QUALIDADE QUE, ACREDITO, MEUS DOIS FILHOS MERECEM !!! Não acho louvável recorrer à sociedade para resolver um problema que nem deveria existir, pelo volume de dinheiro arrecadado em nome da educação e de tantos outros problemas sociais ! O que está acontecendo, meu caro Didi, é que os administradores dessa dinheirama toda não veêm a educação como prioridade !
PARA ÊLES, A EDUCAÇÃO LHES RETIRA A SUBSERVIÊNCIA E ÊSSE FATO, POR SI SÓ, NÃO INTERESSA AOS POLÍTICOS QUE ESTÃO NO PODER. POR ISSO, O DINHEIRO ESTÁ SAINDO PELO RALO; ESTÃO JOGANDO FORA , OU APLICANDO MUITO MAL !!!
Para você ter uma idéia, na minha cidade cada alimentação de um presidiário custa para os cofres públicos R$ 8,82 (oito reais e oitenta e dois centavos), enquanto que a merenda de uma criança na escola pública custa R$ 0,20 (vinte centavos) !!! O governo precisa rever suas prioridades, você não concorda ? Você pode ajudar a mudar isso ! Não acha ?
Você diz em sua carta que não dá para aceitar que um brasileiro se torne adulto sem compreender um texto simples ou conseguir fazer uma conta de matemática. Concordo com você !
É por isso que sua carta não deveria ser endereçada à minha pessoa. Deveria ser endereçada à Presidente da República !!!
Ela é "a cara" !!! Ela é quem tem a chave do cofre e a vontade política para aplicar os recursos !
Eu e mais milhares de pessoas só colocamos o dinheiro lá para que ela faça o que for correto e necessário para melhorar a qualidade de vida das pessoas do país, sem nenhum tipo de distinção ou discriminação. MAS, NÃO É O QUE ACONTECE !!!
No último parágrafo da sua carta, você joga, mais uma vez, a responsabilidade para cima de mim, dizendo que as crianças precisam da "minha doação" e que a "minha doação" faz toda a diferença...
Lamento discordar de você, Didi !!! Com o valor da doação mínima de R$ 15,00 (quinze reais) eu posso comprar 12 quilos de arroz para alimentar minha família por um mês, ou posso comprar pão para o café da manhã para 10 dias..... !!!
Didi, você pode até me chamar de muquirana, não me importo, mas, R$ 15,00 (quinze reais) eu não vou doar! Minha doação mensal já é muito grande. Se você não sabe, eu faço doações mensais de 27,5% de tudo o que ganho !!!
Isso significa que o governo leva mais de um terço de tudo que eu recebo e posso te garantir que essa grana, se ficasse comigo, seria muito melhor aplicada na qualidade de vida da minha família !
Você sabia que para pagar os impostos eu tenho que dizer NÃO para quase tudo que meus filhos querem ou precisam ? Meu filho de 12 anos quer praticar tênis e eu não posso pagar as aulas que são caras demais para nosso padrão de vida. Você acha isso justo ? Acredito que não. Você é um homem de bom-senso e saberá entender os meus motivos para não colaborar com sua campanha pela educação brasileira.
Outra coisa Didi, MANDE UMA CARTA PARA A PRESIDENTE "DILMA" pedindo para ela selecionar melhor os ministros e também os professores das escolas públicas ! Só escolher quem, de fato, tem vocação para ser ministro e para o ensino.
Melhorar os salários daqueles profissionais também funciona para que êles tomem gosto pela profissão e vistam, de fato, a camisa da educação ! Peça para ela, também, fazer escolas de horário integral, escolas em que as crianças possam, além de ler, escrever e fazer contas, possam desenvolver dons artísticos, esportivos e habilidades profissionais. Dinheiro para isso está sobrando sim ! Diga para ela priorizar a educação e utilizar melhor os recursos.
Bem, você assina suas cartas com o pomposo título de Embaixador Especial do Unicef para Crianças Brasileiras e eu vou me despedindo assinando... Eliane Sinhasique - Mantenedora Principal dos Dois Filhos que Pari !!!
P.S.: Não me mande outra carta pedindo dinheiro. Se você mandar, serei obrigada a ser mal-educada: vou rasgá-la antes de abrir.
PS2* Aos otários que doaram para o criança esperança, fiquem sabendo : AS ORGANIZAÇÕES GLOBO ENTREGAM TODO O DINHEIRO ARRECADADO À UNICEF E RECEBEM UM RECIBO DO VALOR PARA DEDUÇÃO DO SEU IMPOSTO DE RENDA !!!
Para vocês a Rede Globo anuncia: essa doação não poderá ser deduzida do seu imposto de renda ! PORQUÊ É ELA QUEM O FAZ !!!
PS3* E O DINHEIRO DA CPMF QUE PAGAMOS DURANTE 11(ONZE) ANOS?
MELHOROU ALGUMA COISA NA EDUCAÇÃO E NA SAÚDE DURANTE ESSES ANOS? BRASILEIROS PATRIOTAS (e feitos de idiotas) !!!DIVULGUEM ESSA REVOLTA.... isto deveria chegar a Brasilia, não acha ???

13 de jan de 2011

2011: O ano da minha vida.

Feliz ano novo meus queridos leitores.
É claro que quem me conhece sabe que eu não sou dado a estas efemérides. De verdade mesmo eu sou um chato de galocha, e me sinto cada vez mais insuportável na medida em que vou envelhecendo. As efemérides, tão importantes na nossa infância acabam por perder toda a importância numa determinada fase da nossa vida, principalmente quando esta fase se encontra depois dos quarenta.
Fazer parte desta faixa etária é uma verdadeira merda! De verdade. Nada tem mesmo graça, tudo é medíocre. Tudo é perda de tempo. Tudo é exercício da pieguice. Uma chatice sem tamanho. O Papai Noel não passa de um velho babaca e o coelho da páscoa um bicho esquisito, pois não deveria botar ovo, muito menos de chocolate.
Pior mesmo é a besteira do amigo secreto. A gente nunca tira o tal amigo, normalmente o inimigo, e ainda tem que dar presente para o insuportável e abraçá-lo com aquela cara de merda que a ocasião exige.
No último domingo fui impelido a ir a um aniversário de um ano do primo da minha namorada, (esqueci de dizer que estou namorando... parece incrível, mas falaremos sobre isto mais abaixo), e consegui ser um chato em plena festa. Mas ora bolas, que bosta de festa é uma festa de primeiro aniversário num Buffet. Um monte de adulto tentando ser mais feliz e alegre que realmente seja. Na verdade todos estão mesmo é falando mal da vida dos outros, reparando nas vestimentas uma das outras, no penteado, bombardeando o esforço medíocre de mães e pais sem o mínimo de talento para brincadeiras idiotas lideradas por gente mais idiota ainda, ou palhaços sem graça alguma, - não é à toa que a maioria das pessoas são clownofóbicos.
Ou seja, não é uma festa para gente adulta e séria comparecer. E se ali estão, é somente para ser chato, ou por excesso ou por ser chato mesmo por talento inato, como eu.
Eu sei que sou um chato, mas pelo amor de deus, - com letra minúscula mesmo, pois sou ateu, graças a deus – estas efemérides poderiam ser mais bem aproveitadas. Digam vocês, para que dar presentes para uma pessoa que faz 50 anos de idade. Uma pessoa que faz um aniversário infame destes merece pêsames, não presentes. É uma merda fazer 50 anos. Meio século de uma vida mal vivida, frustrada e sem graça nenhuma.
Enfim, estou cada vez mais cáustico, como diz a Raquel, minha namorada, que, a propósito não sei mesmo como está me agüentando.
Entretanto, este ano de 2011 faço 48 anos, mas numa efeméride diferenciada, afinal farei aniversário em 11-11-11, ou seja, uma data que dificilmente verei em 2111 – dificilmente... eh eh eh – assim, elegi esta data como uma data expressiva para a minha vida, e este ano como importante, mais que os outros para a minha estabilidade enquanto ser humano, financeira e social. Tanto que estou aprendendo a usar as redes sociais, e dou pitacos nas bobagens que gente séria escreve não que seja séria as coisas que escrevem, na verdade são banalidades. É óbvio que me sinto uma besta mandando recadinhos e comentários no FACEBOOK e no ORKUT, mas vamos lá...
Estou meio com medo de me tornar um velho rabugento e ranzinza, mas tenho percebido que isto não acontecerá, mesmo porque, rabugento e ranzinza eu já sou. Dramático, chorão, bestamente emotivo, - afinal, eu consigo chorar assistindo “Uma linda mulher”. Assim, acho que pior não deve ficar.
Vamos lá. Afinal o Brasil tem muito para me fazer rir este ano. Dilma é presidente, Tiririca é deputado Federal, eu continuo desempregado e meu jornal não engrena.
Mas como eu gosto sempre de lembrar, NÃO EXISTE NADA QUE UM BOM SUICÍDIO NÃO RESOLVA.

23 de ago de 2010

Polícia prende hacker indiano que identificou falha em urna eletrônica

Pesquisa de Hari Prasad mostrou ser possível fraudar a eleição.
Autoridades querem nome de fonte anônima que cedeu a urna.

Altieres Rohr Especial para o G1

Dez policiais invadiram a casa do ativista Hari Prasad, em Hyderabad , na Índia, neste sábado (21), em busca de informações sobre a fonte anônima que cedeu uma urna eletrônica para pesquisa realizada pelo hacker no início do ano. Prasad não revelou o nome da fonte e foi levado a Mumbai - uma viagem de 14 horas - e acabou preso. Os policiais admitiram estar “sob pressão”, de acordo com uma conversa por telefone de Prasad com o colega J. Alex Halderman, professor na Universidade de Michigan.

Prasad e Halderman trabalharam juntos em um estudo que mostrou como uma urna eletrônica indiana poderia ser modificada para fraudar uma eleição. Eles também conseguiram fazer com que a urna pudesse ser controlada remotamente por um celular. As modificações propostas pelos pesquisadores seriam difíceis de notar.

Halderman é o mesmo pesquisador que mostrou este mês ser possível instalar o jogo Pac-man em urnas usadas nos Estados Unidos.

A pesquisa foi realizada com uma urna enviada a Prasad por uma fonte anônima em fevereiro. As autoridades indianas não permitem testes com as urnas, alegando que elas são “invulneráveis”, apesar das suspeitas de fraudes nas eleições do país.

Os resultados deixaram políticos e cidadãos em dúvida a respeito do sistema de votação eletrônica indiano. Houve quem pediu que o projeto inteiro das máquinas fosse abandonado. Segundo os especialistas, 16 partidos políticos mostraram preocupação com o uso de sistemas eletrônicos para contabilizar os votos.

Ocorreu um erro neste gadget

::Arnaldo Jabor::

::Paulo Henrique Amorim::

::Max Gehringer::

::Gilberto Dimenstein::

::Lucia Hippolito::